Voltar

Transfiguração tecnológica dos personagens de Dom Casmurro

Autor(es) Valter Andre Jonathan Osvaldo Abbeg
Coordenação de mesa
Macrotema Educação e Tecnologias
Artigo (Visualizar) (Download)
Local [fórum dia todo]
Horário 06/06/2017 - O dia todo
Link para Acesso (ACESSO A ESTE FÓRUM)
Resumo

A exigência contemporânea de leituras fluídas adaptadas ao leitor imersivo torna-se um convite a revisão das narrativas literárias clássicas. O presente estudo analisa tanto a adaptação quanto a transfiguração dos personagens Capitu e Bento, presentes na obra “Dom Casmurro” de Machado de Assis, em jogos virtuais e digitais, mediante a adaptação didática. Este limita-se a dimensão dos personagens, sua caracterização, emolduramento enquanto signos de uma dada representação em estratégias presentes em jogos partindo ou não da leitura de “Dom Casmurro”. Utiliza-se a caracterização do leitor e os estudos da cibercultura para problematizar as relações intrínsecas dos personagens. Dessa forma, tomamos como corpus a obra de Machado de Assis e da virtualidade como proposto para realizar a análise da transfiguração dos personagens. Esta pesquisa encontra-se, em fase de desenvolvimento, mas constatamos que essa nova maneira de ler transforma e contribui positivamente para o acesso à literatura. Parcialmente, considera-se que a leitura fluída não se torna recorrente, não há a constituição de hiperlinks ou associações múltiplas, mas um caminho proposto, rígido, constituindo uma sequência previsível de ações, emoldurando os personagens na obra proposta. Ocorre na adaptação, um processo de reorganização e ressignificação da narrativa frente aos personagens, reconstruída no jogo que se propõe educativo, promove uma recodificação, e consequente, transfiguração da narrativa original.

Palavras-chave

Tecnologia Digital. Virtualização. Literatura.

Currículos
Valter Andre Jonathan Osvaldo Abbeg

Mestrando em Educação (UNIFESP)