Voltar

Jornalismo e narrativa transmídia: uma análise de dois casos

Autor(es) Alisson Gutemberg
Tiago José Lima
Coordenação de mesa Marina Morena dos Santos e Silva
Macrotema Jornalismo na Internet
Link Slides O apresentador não enviou slides
Código para Slides Não tem
Artigo (Visualizar) (Download)
Local #evidosol-2 [CHAT]
Horário 05/06/2017, 20:20/20:50
Link para Acesso (ACESSO AS SALAS DE CHAT)
Resumo

Nossa proposta é analisar de que forma, após o advento da internet, a construção do texto jornalístico tem passado por mudanças. Mudanças que vão desde, por exemplo, o aspecto estilístico – com textos mais curtos, convergência midiática e navegação hipermídia – até a liberação do polo emissor, característica fundamental para o surgimento do jornalismo participativo, que é uma das principais tendências do jornalismo contemporâneo. É dentro desse contexto de participação que buscamos observar de que maneira o Twitter pode contribuir na atividade jornalística enquanto Social Media, tornando os assuntos evidentes e até sugerindo pautas. Diante disso, discutimos como narrativas transmídias (JENKINS, 2008; 2011) também podem ser verificadas no jornalismo contemporâneo a partir de dois exemplos: a repercussão da morte de Osama Bin Laden (MASCARENHAS; FRANÇA; NICOLAU, 2012) e a cobertura um incêndio ocorrido na cidade do Rio de Janeiro (MIELNICZUK, 2013).

Palavras-chave

Jornalismo online. Narrativa transmídia. Texto jornalístico.

Currículos
Alisson Gutemberg

Jornalista graduado pela UFRB; Mestre em Comunicação (PPGC / UFPB) e doutorando em Ciências Sociais (PPGCS / UFRN)

Tiago José Lima

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN). Integrante do Grupo de Pesquisa Pragmática da Comunicação e da Mídia (Pragma/UFRN).